O tempero das cores…

O tempero da vida…

O tempero do rebolado…

Não combina com esse seu braço cruzado…..

O seu olhar desconfiado…

O tempero das coisas simples…

Esta nas suas vestes…

No seu calçado…

Na sua ausência de bolsa…

No seu lenço saturado…

O tempero da noite…

Esta na sua cor de pele…

No seu rodar de saia…

Na sua intimidade…

Na sua sussia …

Os temperos de Goias…

Estão espalhados nos povos…

Por esse sertão de Kalungas…

Nos batuques das antigas senzalas…

Num belo festival …

Festival de musica de Cavalcante. Comunidade Quilombola dos kalungas. Sraª preparando para dançar a Sussia.


Anúncios